IPHAN promove parcerias para a preservação do patrimônio ferroviário nacional

Com o objetivo de preservar e difundir a Memória Ferroviária, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN tem realizado parcerias com as prefeituras para preservação  de bens imóveis oriundos da extinta Rede Ferroviária Federal S.A (RFFSA) distribuídos por mais de 1200 municípios. A promoção se destina ao desenvolvimento cultural e turístico dos bens.

Para saber quais sobre as possíveis parcerias no seu estado, procure a superintendência do IPHAN.

Muitos municípios brasileiros surgiram, e muitas regiões se desenvolveram, em função das ferrovias e de suas estações, o que reveste esses bens de um grande valor cultural, principalmente em escala regional.
Para alcançar os desafios de preservar e difundir a Memória Ferroviária, colocados pela Lei 11.483/2007, o Iphan tem buscado estabelecer parcerias, em especial com Prefeituras Municipais. Como resultado dessa estratégia que reforça as ações propostas pelo Sistema Nacional do Patrimônio Cultural, podemos citar algumas parcerias já estabelecidas:

– Estação Ferroviária de Ibiporã, Paraná [aqui]

– Estação Ferroviária de Pirapó, Apucarana, Paraná [aqui]

– Estação Ferroviária de Serra Alta, São Bento do Sul, Santa Catarina [aqui]

– Estação Ferroviária de Piratuba, Santa Catarina [aqui]

– Pátio Ferroviário de Teresina, Piauí [aqui]

– Conjunto Ferroviário de Caxias do Sul, Rio Grande do Sul [aqui]

– Estação Ferroviária de Goiandira, Goiás [aqui]

– Estações Ferroviárias de Vianópolis e Antiga Oficina em Pires do Rio, Goiás [aqui]

– Complexo Ferroviário de Conde de Araruama, Quissamã, Rio de Janeiro [aqui]

– Estação Ferroviária de Andrelândia, Minas Gerais [aqui]

– Estação Ferroviária de Miguel Burnier, Ouro Preto, Minas Gerais [aqui]

O que você pensa sobre isto ?