IPHAN conclui primeira etapa de pesquisas sobre os bois-bumbás do médio amazonas

A primeira fase de levantamento de informações para a produção de inventário sobre o complexo cultural dos bois-bumbás do Médio Amazonas foi concluída. Nesta primeira etapa, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional em Manaus (IPHAN-AM) contratou a empresa Memória Arquitetura para reunir informações de pesquisa dos seguintes municípios: Manaus, Itacoatiara, Itapiranga, Nova Olinda do Norte, Maués, Boa Vista do Ramos, Barreirinha e Parintins.

As atividades consistiram no levantamento de análises documentais e bibliográficas dos bois-bumbás, indicação dos bens vinculados às expressões culturais e identificação de sujeitos para a realização de entrevistas. Entre eles, os praticantes de artes e ofícios relacionados à representação amazônica do boi, como: artesãos de alegorias, levantadores de toadas, brincantes, costureiras, bordadeiras, etc. As pesquisas, levantamentos e documentação obedeceram à metodologia do Inventário Nacional de Referências Culturais – INRC.

O desenvolvimento do trabalho ocorrerá ao longo do ano, e a segunda etapa terá enfoque na produção de registros audiovisuais como fotografias, gravação de entrevistas, arquivamentos sonoros e iconografias. Até o momento, os municípios visados para essa documentação são os de Manaus, Parintins, Maués e Itacoatiara, tendo em vista que essa coleta pretende reunir informações para compor o dossiê, base para o registro do complexo dos bois-bumbás do Médio Amazonas.

Após o registro, essa manifestação artística e cultural será reconhecida como um bem imaterial registrado pelo IPHAN-AM, permitindo desse modo a promoção de ações de preservação e de salvaguarda a fim de garantir que o Poder Público e a população atuem para eternizar essa rica expressão para as atuais e futuras gerações.

O município de Parintins é o que concentra o maior número de informações a respeito de seus bois Garantido e Caprichoso, razão pela qual receberá uma maior abordagem no decorrer dos trabalhos. Ressalta-se que, segundo relatos dos organizadores do evento, os bois de Parintins completarão 100 anos em junho, quando irão promover o 46º Festival Folclórico realizado no município.

O que você pensa sobre isto ?