IPHAN reúne-se com Associação Mineira das Cidades Históricas

A presidenta do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN, Jurema Machado, reuniu-se na última terça-feira (29) com a Associação das Cidades Históricas de Minas Gerais (ACHMG). O presidente da Associação, Helvécio Reis, também prefeito de São João Del-Rei, disse que o principal objetivo do encontro era apresentar os novos membros da entidade e reforçar a parceria com o Instituto. “São muitas as necessidades das Cidades Históricas mineiras, mas a entidade reconhece o esforço do IPHAN no trabalho de preservação”.

Jurema Machado ressaltou a importância da mobilização dos municípios em defesa do patrimônio e a elaboração de projetos e Planos de Ação. “O planejamento que as cidades de Minas Gerais realizaram para seus bens patrimoniais vêm auxiliando o trabalho do IPHAN no Estado. Porém, o mais importante para a preservação é esta união de esforços para um objetivo comum”, destacou. Por isto, a interlocução com os municípios é de extrema relevância para uma efetiva gestão do patrimônio.

A Presidenta do Iphan enalteceu a importância do trabalho da Associação Mineira das Cidades Históricas como experiência a ser seguida pelos demais estados brasileiros, consolidando-se como um forte instrumento para consolidação de ações integradas em prol do Patrimônio Cultural.

ACHMG
Criada em 2003 e composta por 32 municípios, a Associação foi reconhecida pelo Estado de Minas Gerais como de utilidade pública por tratar-se de um órgão gestor dos recursos destinados ao incremento do Patrimônio Cultural.

Para alcançar os seus objetivos, a ACHMG tem promovido a interação com a comunidade e a iniciativa privada; produzido subsídios para formulação e o exercício das políticas de cultura e turismo; realizado exposições, cursos, seminários, palestras e eventos visando elevar e enriquecer o padrão cultural dos municípios membros e a divulgação de suas culturas; celebrado convênios, contratos, acordos, ajustes e demais atos de cooperação técnica com empresas, entidades e instituições públicas nacionais e internacionais.

O que você pensa sobre isto ?