Encontro busca o combate ao tráfico ilícito de bens arqueológicos

Técnicos do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), representantes da Polícia Federal e da Receita Federal, do Ministério da Fazenda, estão reunidos na sede do IPHAN, em Brasília, participando do Encontro Sobre Tráfico Ilícito de Bens Arqueológicos. Promovido pelo Centro Nacional de Arqueologia (CNA/IPHAN), o evento tem como objetivo estreitar as relações entre as três instituições para evitar e combater o tráfico ilícito de bens culturais, em especial o arqueológico.

A presidenta do IPHAN, Jurema Machado, abriu o encontro que, no primeiro dia, em 20 de março, contou com palestras dos técnicos do IPHAN, da Polícia Federal e da Receita Federal. O segundo dia, 21 de março, se destina ao reconhecimento de material arqueológico e elaboração de propostas de colaboração entre as instituições. A equipe do CNA mostrará artefatos arqueológicos de diversas partes do país para que os participantes possam ter contato direto com as categorias de bens que são alvo do mercado ilícito.

O que você pensa sobre isto ?