Mais de 20 esqueletos achados no Pilar serão estudados na UFPE

Esqueletos encontrados na comunidade do Pilar, no Bairro do Recife, serão estudados na Universidade Federal de Pernambuco. Eles fazem parte de um provável cemitério do século XVI ou XVII, descoberto durante o acompanhamento arqueológico realizado dentro do Projeto de Requalificação Urbanística do Habitacional do Pilar. A descoberta foi feita pela Fundação Seridó, uma organização não governamental que tem convênio com a UFPE. Cuidadosamente, os esqueletos estão sendo removidos da área, protegidos por uma técnica chamada de encapsulamento, para serem estudados na Universidade.

O achado surpreendeu os pesquisadores, já que não havia registros historiográficos que indicassem a existência do cemitério. Os ossos estavam encobertos pela fundação de casas construídas no século XVIII. Até o dia 22 de março, 21 esqueletos já haviam sido encontrados, e não há previsão para o fim das escavações porque novas descobertas continuam ocorrendo.

Confira a reportagem de Eliza Brito, com imagens de Vitória Galvão e edição de Sueli Márcia, e as fotos da escavação feitas pelo fotógrafo Passarinho, da Ascom UFPE.

Fonte: Univesidade Federal de Pernambuco – UFPE

O que você pensa sobre isto ?