Fortaleza dos Reis Magos será administrada pelo Iphan

Projeto de reforma do Forte prevê investimentos R$ 8 milhões

A administração do Forte dos Reis Magos ficará com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). A definição ocorreu durante audiência realizada na tarde de ontem entre a governadora Rosalba Ciarlini, a secretária estadual de Cultura, Isaura Rosado e a ministra da Cultura, Marta Suplicy. Nos próximos dias, a presidenta do Iphan, Jurema Machado, virá a Natal para fazer uma visita às dependências do forte e discutir o projeto de reforma com o Governo.

No começo deste mês, a TRIBUNA DO NORTE publicou reportagem sobre a possibilidade de o Forte ser administrado pelo Iphan. Atualmente, a construção que marca a fundação da cidade de Natal está sob direção da Fundação José Augusto (FJA). Segundo Onésimo Santos, superintendente do escritório local do Iphan, com a concessão, o Governo do RN não terá mais mais nenhuma participação na administração do Forte.

Na reportagem, publicada no dia 4 de abril, ele lembrou que o Governo do Estado nunca teve direito sobre o forte e tinha apenas uma cessão do terreno no entorno. Em setembro do ano passado, documentos encontrados durante uma inspeção de rotina na Fortaleza revelaram que os documentos de cessão entre Patrimônio da União e Governo do Estado estavam vencidos desde 1975, ou há 37 anos. A situação gerou uma discussão entre Iphan-RN, FJA e Procuradoria do Estado, mediada pela Secretaria Regional do Patrimônio da União.

O projeto de gestão do Forte, apresentado pelo Iphan-RN, prevê  restauração museológica e arquitetônica do monumento. Os serviços estão orçados em R$ 8 milhões, garantidos pelo PAC Cidades Históricas, que visa visa restaurar museus e monumentos históricos para a Copa do Mundo de 2014 e devem ser liberados até o próximo mês de junho. O Instituto ainda conta com outros R$ 150 mil de recursos próprios  para pesquisa arqueológica visando aprofundar as informações existentes sobre o Forte.

Além da restauração e pesquisa, o Iphan-RN ainda prevê um concurso nacional para escolher a marca oficial do Forte dos Reis Magos a ser utilizada em campanhas publicitária e produtos turísticos.

Via Tribuna do Norte

O que você pensa sobre isto ?