Programa levará cultura popular e educação patrimonial

Cerca de 34 mil escolas poderão escolher a Educação Patrimonial para desenvolver projetos de educação patrimonial junto aos alunos. O tema proposto pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) é um dos nove eixos do Programa Mais Cultura nas Escolas, iniciativa dos Ministérios da Cultura e da Educação que busca fomentar ações que promovam o encontro entre escolas públicas e experiências culturais e artísticas em curso nas comunidades vizinhas locais.

As escolas que escolherem a temática deverão desenvolver atividades participativas de formação cultural e aprendizado que promovam vivências, pesquisas e a valorização de bens culturais de natureza material e imaterial referentes à memória e identidade cultural dos variados segmentos da população brasileira. Como exemplo estão os Monumentos e obras de arte, os modos de vida, as festas, as comidas, as danças, as brincadeiras, as palavras e expressões, saberes e fazeres da cultura brasileira, podendo incluir podem servir como base para a produção de materiais didáticos, realização de oficinas de transmissão de saberes tradicionais, pesquisas em arquivos e locais referenciais para a história e a identidade local, regional e nacional.

O Programa, que terá investimento de R$ 100 milhões em 2013 para financiar cinco mil projetos, prevê o desenvolvimento das atividades – que poderão acontecer dentro ou fora da escola – durante o ano letivo, por no mínimo seis meses. Cada projeto terá entre R$ 20 mil e R$ 22 mil em recursos, calculados conforme o número de alunos matriculados na escola. O recurso deverá ser investido tanto na contratação de serviços culturais quanto na compra de materiais permanentes relacionados às atividades artísticas e pedagógicas.

Além da educação patrimonial, as instituições de ensino poderão trabalhar com outros oito os eixos temáticos: Residências de Artistas para Pesquisa e Experimentação nas Escolas; Criação, Circulação e Difusão da Produção Artística; Promoção Cultural e Pedagógica em Espaços Culturais; Cultura Digital e Comunicação; Cultura Afrobrasileira; Culturas Indígenas; Tradição Oral e Educação Museal.

Inscrições
As inscrições seguem até o dia 10 de agosto e poderão participar 34 mil escolas municipais e estaduais da rede pública contempladas pelos Programas Mais Educação e Ensino Médio Inovador, além de artistas e iniciativas culturais. Uma lista com as escolas habilitadas, e outras informações sobre o Programa como, folder, manual e lista de perguntas e respostas podem ser encontradas no sítio eletrônico do MinC, a partir do link:  http://www.cultura.gov.br/maisculturanasescolas.

A inscrição pode ser feita por meio do Sistema Integrado de Monitoramento, Execução e Controle do Ministério da Educação via: http://simec.mec.gov.br. Dúvidas podem ser enviadas para maisculturanasescolas@cultura.gov.br.

O que você pensa sobre isto ?