Turismo investe em sinalização de 34 cidades históricas

O Ministério do Turismo divulga nesta terça-feira, 23, a destinação de R$ 19 milhões reservados para a implantação de sinalização turística em 34 destinos históricos de 17 estados de todas as regiões brasileiras. O objetivo é tornar a comunicação dos destinos adequada aos padrões internacionais.
De acordo com o ministro Gastão Vieira, a sinalização turística bem trabalhada garante conforto, segurança e permite a mobilidade adequada do visitante. “A sinalização turística é fundamental para o turismo. Ela destaca e reforça a identidade do local, ampliando os ganhos do destino com a visitação”, diz o ministro. O PAC das cidades históricas é um programa intergovernamental coordenado pelo Ministério da Cultura.
Os recursos atendem à necessidade de melhorar o nível de informação prestada ao turista nacional e internacional. A sinalização turística ficou entre os itens com as menores avaliações positivas, de acordo com pesquisas realizadas pelo Ministério do Turismo durante a Copa das Confederações. No ano passado, o MTur destinou R$ 38,5 milhões para equipar as cidades-sede da Copa do Mundo de 2014 com sinalização turística.

Na divisão dos recursos para sinalização turística, a região Nordeste receberá com R$ 7,3 milhões para investimento em 13 cidades históricas. Na lista de beneficiários, estão destinos que recebem grandes fluxos de turistas como Fernando de Noronha (PE), Itaparica (BA), Penedo (AL), São Luis (MA), Parnaíba (PI), Aracati (CE), João Pessoa (PB) e São Cristóvão (SE).

No Sudeste, localidades de Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro recebem um total R$ 5,5 milhões. Será implantada sinalização turística, por exemplo, nas principais cidades históricas de Minas, como Congonhas, Diamantina, Mariana, Ouro Preto, Sabará, São João Del Rei e Serro. Importante destino turístico de São Paulo, São Luiz do Paraitinga, bastante afetada com as enchentes de 2010, também foi contemplada no pacote do MTur.

Com ruínas tombadas pela Unesco como Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade, São Miguel das Missões (RS), está no rol das cidades do sul do país que receberá recursos para sinalização turística. A região Sul terá um total de R$ 3,15 milhões para intervenções também em Pelotas e Jaguarão (Rio Grande do Sul); em Florianópolis e Laguna (Santa Catarina) e Antonina (Paraná).

Para cidades da região Centro-Oeste, foram destinados cerca de R$ 2 milhões, beneficiando Corumbá (MS) e cidade de Goiás e Goiânia, no estado de Goiás. A região Norte terá R$ 1 milhão em investimento para sinalização turística em Belém (PA).

Pesquisa – A sinalização turística nos destinos nacionais foi considerada ruim para 20,4% dos brasileiros que viajaram em 2011, segundo pesquisa de demanda doméstica do Ministério do Turismo. Em uma lista com 13 itens, só esteve à frente de infraestrutura urbana, limpeza, rodovias, segurança e preços de serviços.

Na opinião do turista estrangeiro, a sinalização ficou entre os itens de infraestrutura turística e serviços com menor avaliação positiva. Ficou à frente somente, nesta ordem, de aeroportos, telefonia/internet, condições das rodovias e preços, numa lista com 16 itens.

O que você pensa sobre isto ?