Avança processo de Registro do Teatro de Bonecos Popular do Nordeste

Um Encontro de Mamulengo realizado em Pernambuco entre os dias 22 e 24 de agosto tornou mais próxima a aspiração dos praticantes do Teatro de Bonecos Popular do Nordeste em obter seu Registro como Patrimônio Cultural do Brasil. O evento, promovido pelo Departamento de Patrimônio Imaterial do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (DPI-IPHAN) e pela Universidade de Brasília (UnB) é uma das atividades do processo de Registro e buscou informar os participantes sobre o andamento e os efeitos do Registro, além de estabelecer parcerias direcionadas ao apoio, valorização e sustentabilidade dessa manifestação cultural.

Com a parceria da Superintendência do Instituto em Pernambuco, e o apoio da Prefeitura de Recife e da Fundarpe, o Encontro reuniu pesquisadores e artistas do teatro de bonecos, representante da Associação Pernambucana de Teatros de Bonecos – filiada à Associação Brasileira de Teatro de Bonecos (proponente do pedido de Registro ao IPHAN), das Secretarias de Cultura da Cidade do Recife e de Olinda, quinze grupos de Mamulengo com seus acompanhantes de seis cidades pernambucanas e uma de São Paulo, além da Associação de Mamulengueiros de Glória do Goitá (PE), entre outros interessados no assunto.

O referido evento encerrou as atividades de pesquisa, documentação e de mobilização dos detentores para a instrução do processo de Registro em questão. A partir de agora, será realizada a sistematização das informações recolhidas até o momento, na  forma de um  dossiê sobre o bem cultural e de um vídeo que serão apreciados, ao final, pelo Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural.

O que você pensa sobre isto ?