I Encontro dos Sineiros de Minas Gerais será realizado nos dias 15 e 16 de novembro

O Toque dos Sinos e o Ofício de Sineiro em Minas Gerais foram reconhecidos como Patrimônios Culturais Brasileiros, em 2009. Essa titularidade propiciou a elaboração de seu Plano de Salvaguarda. Para tanto, entre 2010 e 2013 foram realizadas reuniões com os sineiros dos nove municípios abrangidos pelo Registro – São João Del Rei, Tiradentes, Ouro Preto, Mariana, Catas Altas, Sabará, Congonhas, Diamantina e Serro – momento em que foram discutidas as principais demandas dos sineiros com vistas à salvaguarda de seu ofício e dessa forma de expressão.

Após a apuração de todas as informações verificou-se que apesar das especificidades de cada cidade, existe uma série de questões em comum que aflige os sineiros, tais como a conservação dos sinos e das torres, os obstáculos à transmissão dos saberes relativos aos toques e à sua prática e as dificuldades de organização dos sineiros enquanto grupo.

Assim sendo, com vistas a debater conjuntamente estas questões e elaborar, a partir daí, o Plano de Salvaguarda do Toque dos Sinos e do Ofício de Sineiro em Minas Gerais, será realizado, entre os dias 15 e 16 de novembro de 2014, o I Encontro dos Sineiros de Minas Gerais, na cidade de São João Del Rei.

O Encontro tem o apoio da Prefeitura de São João Del Rei, da Prefeitura de Ouro Preto e Conselho Municipal de Patrimônio de Diamantina.

Além da troca de experiências entre os sineiros e da sistematização do Plano de Salvaguarda, o Encontro objetiva também definir as ações prioritárias a serem desenvolvidas nos anos de 2015 e 2016, no âmbito da salvaguarda do Toque dos Sinos e do Ofício de Sineiro em Minas Gerais.

Serviço:

I Encontro Estadual de Sineiros de Minas Gerais
15 e 16/11/2014
Academia de Letras é Praça Frei Orlando,90 – Fundos-Largo de São Francisco –Centro
São João del-Rei – MG.
Informações: (31) 3222 2440 – Corina Moreira

foto: Igreja de Nosso Senhor do Bonfim (Pirenópolis) / Wikipédia/Marcos Vinicius Ribeiro dos Santos

O que você pensa sobre isto ?