Poço Redondo é tema de exposição no Rio

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) em conjunto com o Ministério da Cultura e o Centro Nacional de Folclore inauguram a exposição da Sala do Artista Popular Fios de Tradição em Poço Redondo, de 29 de agosto a 29 de setembro no Rio de Janeiro/RJ.

O mote é a região do estado de Sergipe conhecida como o Sertão do São Francisco. Numa perspectiva histórica, a Grota de Angico, é o segundo maior destino turístico da região, por ser o local em que o rei do cangaço, Lampião, e integrantes de seu bando foram capturados pelas forças volantes nos idos de 1938.

Os trabalhos artesanais produzidos pelas mulheres do sertão de Sergipe tinham traços e registros marcantes desde o Século XIX sendo comum ouvir relatos de lenços bordados por encomenda para cangaceiros de renome. As obras compõem um variado repertório visual composto por peças de vestuário, enfeites de cabelo, panos de bandeja, cortinas, roupas de mesa e banho surge pelas mãos das rendeiras e bordadeiras, que ao longo de gerações fazem do entrelaçamento de fios uma forma de expressão.

Histórico
Em Poço Redondo, sentadas próximo às janelas para aproveitar a luminosidade, as rendeiras chamam a atenção de quem passa pelo local. No povoado de Sítios Novos, não muito distante da sede do município, é grande o número de mulheres que, uma após outra geração, vêm se dedicando a ornar os cortes de pano com fios que se entrecruzam e entremeiam tecidos em composições graciosas. Os pontos mais frequentes são o ponto-cruz e o rendendê, que na década de 1970 ganhou visibilidade, chegando a ser conhecido como a renda sergipana.

Um variado repertório visual composto por peças de vestuário, enfeites de cabelo, panos de bandeja, cortinas, roupas de mesa e banho surge pelas mãos das rendeiras e bordadeiras, que ao longo de gerações fazem do entrelaçamento de fios uma forma de expressão.

Confira aqui o convite.

Serviço:
Fios de Tradição em Poço Redondo
Local:
Sede do Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular – Rua do Catete 179, Rio de Janeiro/RJ.
Data: 29 de agosto a 29 de setembro de 2013.
De terça a sexta, de 11 às 18h. Aos sábados, domingos e feriados, de 15 às 18h.