IPHAN-RN apresenta projeto de socialização de Sítio Arqueológico

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional no Rio Grande do Norte (IPHAN-RN) apresentará na próxima sexta-feira, dia 14, para operários e comunidade local, o Projeto de Socialização do sítio Arqueológico Abernal.

A obra no valor de R$ 105 mil, e com prazo para execução de três meses, contempla a implantação de estrutura de visitação turística com delimitação de trilhas, passarelas, local de descanso coberto, com bancos, além de placas de sinalização interpretativas.

Além das obras, foi realizado Serviço de Conservação das gravuras rupestres que compreende a remoção de casas de insetos, fungos, sinais de vandalismo e vegetação. No Seridó Potiguar já existem três sítios socializados, são eles: Xiquexique 1, Xiquexique 2 e Xiquexique 4, localizados no município de Carnaúba dos Dantas; e 1 (um) sítio em obras, o Mirador localizado no município de Parelhas.

Assim como nos outros municípios do estado, a socialização é realizada em parceria com a Prefeitura Municipal de Serra Negra do Norte, que ficará responsável pelo controle das visitações ao sítio após a conclusão das obras.

Iphan-PB investe na preservação do Sítio Arqueológico das Itacoatiaras do Ingá

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional na Paraíba (IPHAN-PB) investirá R$ 250 mil na preservação do Sítio Arqueológico das Itacoatiaras do Ingá. O plano de ação tem como principais ações a sondagem, prospecção e escavações arqueológicas em área de 41,25 hectares de extensão, além da conservação do painel principal. O Plano também prevê a interação com a população local por meio de palestras e visitas monitoradas por técnicos para alunos da rede pública municipal, produção de um registro videográficos e a produção de uma publicação sobre a pesquisa.

A equipe contratada será formada por 20 profissionais e contará com o reforço de estudantes do curso de Mestrado em Arqueologia e de professores da Universidade Federal do Piauí. O trabalho conjunto dará mais agilidade às atividades antes das possíveis cheias do Rio Ingá.

A iniciativa objetiva preservar o patrimônio arqueológico para promover o bem cultural com atividades de Educação Patrimonial e estudar o entorno dessas rochas esculpidas em toda a área do futuro Parque Estadual Itacoatiaras do Ingá para conhecer os hábitos culturais e sociais da sociedade que ali habitava.

O IPHAN-PB terá, dentro de suas competências, a fiscalização da execução e do cumprimento das atividades previstas no Plano de Ação. Amanhã, dia 06 de fevereiro, haverá uma apresentação do Plano às 15h, no auditório do Centro de Apoio do Sítio. A Superintendência do Iphan-PB e a equipe técnica da pesquisa  estarão disponíveis à imprensa, pesquisadores e representantes institucionais para fornecer informações detalhadas.

Superintendência do Iphan na Paraíba
Endereço: Centro Histórico de João Pessoa, Praça Anthenor Navarro, nº 23
CEP: 58010-480– João Pessoa-PB
Telefone: (83) 3241-2896 / 3241-2959