IPHAN lança edital sobre pesquisa e documentação da Arte Kusiwa

Entidades públicas ou privadas sem fins lucrativos poderão participar do edital voltado à pesquisa e documentação da Arte Kusiwa – pintura corporal e arte gráfica Wajãpi. O projeto a ser elaborado deverá abarcar as atividades de coleta, produção, análise e sistematização de informações e dados textuais, fotográficos e audiovisuais de caráter etnográfico a ser realizado com base em metodologia de pesquisa antropológica.

As atividades deverão ser realizadas na área de incidência do bem cultural, principalmente, na Terra Indígena Wajãpi no estado do Amapá. Deverão ser observados os padrões de qualidade exigidos para produção científica e audiovisual. O objetivo deste trabalho é prover insumos para a reavaliação da Arte Kusiwa e posterior  tomada de decisão referente à revalidação do seu título como Patrimônio Cultural do Brasil, de acordo com o Decreto nº. 3.551/2000, a Resolução nº. 001/2006 e a Resolução nº. 1/2013, com base na realização da pesquisa e da atualização da documentação a ela relacionada.

Os interessados deverão incluir proposta no SICONV, no Programa 2041120130018, no período de 21 de agosto a 22 de setembro de 2013. Os procedimentos necessários para a participação no processo seletivo deverão ser consultados na íntegra do Edital de Chamamento Público nº 04/2013, disponível em anexo ou no Departamento de Patrimônio Imaterial, sediado no SEP SUL, E.Q. 713/913 – Lote D, 4º andar, Edifício Iphan, no horário de 9:00 h as 17:00 h. Informações complementares poderão ser obtidas pelo fone (61) 2024-5401/2024-5422/2024-5425.

Anexo 1 Certidão de Registro

Anexo 2 Roteiro de pesquisa 

Anexo 3 Orientações Gerais para a Captação de Vídeo, áudio e fotografia

Anexo 4 Modelo Ofício 

Anexo 5 Decl. Inst. Privadas

Anexo 6 Declaração inst públicas

Anexo 7 Inst. privadas Adimplência e Contrapartida

Anexo 8 Inst publicas Adimplencia e Contrapartida

Anexo 9 Formulário Recurso Administrativo

Edital Chamamento Público n. 05-2013 – Seleção projeto Arte Kusiwa

Cineastas Indígenas para jovens e crianças

cineastas indígenas para jovens e crianças

O Vídeo nas Aldeias lançou a coleção Cineastas Indígenas para Jovens e Crianças, um livro-vídeo para estudantes do ensino fundamental de todo país. Patrocinada pela “Convenção sobre a proteção e promoção da diversidade das expressões culturais”, da UNESCO, a publicação traz um guia didático e uma seleção de 6 filmes com temáticas voltadas para o público infanto-juvenil – realizados junto aos povos Wajãpi, Ikpeng, Panará, Ashaninka, Mbya-Guarani e Kisêdjê – em dois formatos:

– Em versão digital, disponível na íntegra para computadores, tablets e outros dispositivos móveis:

Leia ou faça o download do livro
“Cineastas Indígenas para Jovens e Crianças”. A partir dele, é possível acessar os filmes da coleção, além de outras produções de cineastas indígenas, bem como diversas fontes de pesquisa sobre os povos e temas abordados.

Assista aqui aos filmes da coleção!

A cópia digital interativa do guia dá acesso aos filmes da coleção “Cineastas Indígenas para Jovens e Crianças”, bem como a outros filmes citados no livro e a sites e livros para pesquisa complementar, como a Enciclopédia dos Povos Indígenas no Brasil Mirim, do Instituto Socioambiental.

– Em breve, o livro acompanhado por dois DVDs, contendo seis filmes e textos didáticos de apoio, estará também disponível em livrarias.

A coletânea reúne títulos consagrados nacional e internacionalmente como a vídeo carta “Das crianças Ikpeng para o mundo”, dos Ikpeng, e “Depois do ovo, a guerra”, dos Panará, assim como dois filmes inéditos, o “Mbya Mirim”, dos Mbya-Guarani e “No tempo do verão”, dos Ashaninka. “Akukusiã, o dono da caça”, dos Wajãpi, e “A história do monstro Khátpy”, dos Kisêdjê, completam a coleção.

Mais informações: Cineastas Indígenas para jovens e crianças.